Rússia 2018 – Portugal recomeça, “bandeira verde” na UEFA

Copa do Mundo 2018 – África
05/09/2016
Cinema – Verão 92 (Dinamarca na Eurocopa)
06/09/2016

As eliminatórias da Europa, organizadas pela UEFA, definirão os países europeus que acompanharão a anfitriã Rússia e as demais seleções do Mundo para a Copa 2018. O destaque será o “recomeço” de Portugal diante da organizada Suíça ás 15h45, horário de Brasília, desta terça-feira.

O país de Cristiano Ronaldo e do técnico Fernando Santos necessitará de atenção diante de seus adversários: Suíça, Ilhas Faroé, Hungria, Andorra e Letônia. Na estreia, fora de casa, CR7 desfalcará a equipe, ainda em fase de retorno após a lesão na finalíssima diante da França.
Conforme o portal de Portugal, ZeroZero apurou, em três ocasiões os campeões europeus não foram para a Copa do Mundo na sequência de seus títulos, transformando festas em desilusões. Você sabe quem são ou quando essas “falhas” ocorreram?

A antiga Checoslováquia, atual República Tcheca foi a primeira. Após ganhar a Eurocopa de 1976 diante de Alemanha e Holanda, terminaram a eliminatória em 2ºlugar, atrás dos escoceses, por consequência, não viajaram para a Argentina em 1978.

O 2ºpaís a fracassar em Mundiais, foi a Dinamarca que ficou fora da Copa de 1994, nos Estados Unidos. Após viver uma história parecida com a do conto “Cinderela”, onde a carruagem virou abóbora e a “Dinamáquina” tinha parado também nas eliminatórias do Europeu na Suécia, edição de 1992. Entretanto, um confronto político tirou a Iugoslávia da competição e a seleção de Schmeichel e dos irmãos Laudrup foram convidados. Em uma superação histórica, deixaram para trás Inglaterra, França, Holanda e Alemanha para se tornarem campeões. Na luta pelo Mundial, Espanha e Irlanda terminaram a frente, mas dessa vez não houveram imprevistos.

A derradeira seleção a ficar no caminho foi a ousada Grécia do então treinador alemão, Otto Rehhagel. A classificação para a Eurocopa 2004 disputada em Portugal já era motivo de festa para os gregos, porém o país recorreu a uma história quase folclórica para escrever mais uma “mitologia”: Bateu Portugal na sua estreia e também no reencontro na finalíssima, sagrando-se campeã. Porém, na tentativa de chegar a Copa da Alemanha, esbarraram em Dinamarca, Turquia e Ucrânia. O novo “sonho” só foi atingido durante as Copas de 2010 e 2014, curiosamente Fernando Santos era o treinador do último Mundial, no Brasil.

Dessa forma, Portugal quer estar atento para evitar qualquer adversidade em seu caminho.



Eliminatórias
Três grupos já disputaram a 1ªRodada. Pela chave C, Azerbaijão sofreu mas venceu San Marino, 1 x 0. A República Tcheca ficou no 0 x 0 diante da Irlanda do Norte, em um confronto equilibrado com duas participantes da última Eurocopa. Os resultados foram bons para a já líder Alemanha de Müller, que marcou duas vezes e Kimmich, concluindo a vitória, fora de casa, na Noruega por 3 x 0.

No Grupo E o equilíbrio imperou: A Dinamarca venceu a Armênia por 1 x 0, gol de Eriksen aos 17′, o mesmo jogador ainda perdeu pênalti aos 72′. Na Romênia os donos da casa deixaram as emoções para os minutos finais: Popa fez 1 x 0 no minuto 85′, mas Montenegro empatou logo aos 87′, Jovetic deixou tudo igual. Na partida faltosa entre Cazaquistão e Polônia, com direito a 10 cartões distribuídos durante o confronto, a equipe cazaque mostrou força de reação. Após tomar dois gols no 1ºTempo de Kapustka e Lewandoswki, Khizhnichenko fez dois gols em 6 minutos para dar números finais, 2 x 2.

Por fim, no Grupo F, a Inglaterra jogou um futebol “sem tempero”, mas venceu a Eslováquia com gol no último minuto de Lallana, mesmo após jogar mais de 30 minutos com um jogador a mais, houve dificuldades em furar o bloqueio defensivo. Lituânia e Eslovênia empataram em 2 x 2, o que “agradou” a Escócia. Jogando na Ilha de Malta, os escoceses massacraram os donos da casa que tiveram dois atletas expulsos, 5 x 1, com direito a Hat Trick de Snodgrass.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *