Crise no Futebol Americano? A derrota que desvalorizou uma nação!

Guardiola – Do começo em um campo semi amador ao apogeu no City!
30/10/2017
FIFA 18 – O Pior jogador do Game não existe?! Entenda!
31/10/2017

Quando falamos em futebol americano, logo pensamos em Jardas e Touchdown, mas a MLS prova que o “soccer”, tem tentando se tornar “football”.

Presentes nas Copas de 1990 a 2014 de forma consecutiva, os Estados Unidos têm tido médias de público superiores a países onde esse esporte é o favorito. Entretanto, o revés para Trinidad e Tobago na última rodada das eliminatórias (CONCACAF), deixou os americanos atrás de México, Costa Rica, Panamá (Classificados) e Honduras (Repescagem), gerando uma grande revolta.

O desastre é muito mais impactante para o país como um todo, além de torcida e atletas. Segundo a revista Forbes, a eliminação custou cerca de 1 bilhão de dólares.

Tal temor, já foi vivido pelo próprio México no ano de 2014, quando se classificou para o Mundial no Brasil nas últimas rodadas. Naquele momento, o déficit seria 600 milhões de dólares.

Os canais de Televisão, FOX e NBC Telemundo, pagaram 425 e 600 milhões de dólares respectivamente pela transmissão da Copa até 2026 no país, porém o fracasso do futebol americano, gerará uma redução das cotas de patrocínio.

O prêmio bônus da FIFA pela participação na Fase Final varia entre 2 a 50 milhões de dólares, dependendo do rendimento, “minando” o desenvolvimento do próprio esporte no quesito divulgação e formação de atletas.

Curiosamente, rivais políticos da Rússia, como EUA e Ucrânia, ficaram pelo caminho nas eliminatórias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *