Futebol Brasileiro 2018 – Séries A, B, C, D, Copa do Brasil, Ranking e Curiosidades!

Estádios Gigantes? Há clubes com mais torcida do que a população da cidade inteira!
04/12/2017
Com Homenagem a atleta da base, Plácido de Castro lança Uniforme 2018!
07/12/2017

O futebol brasileiro 2018 tem muitas novidades para a temporada. Hoje, o dia foi de trabalho árduo na CBF: Divulgação dos Participantes de cada uma das divisões, Ranking dos Clubes, Ranking por Estados e Potes da Copa do Brasil.
Vamos abordar esses assuntos e ainda trazer algumas curiosidades:

Série A
O rebaixamento da Ponte Preta diminuiu os clubes não pertencentes as capitais do Brasil, apenas Chapecoense e Santos “quebram” essa tendência. Por estado, podemos classificar na seguinte quantidade:
Por Estado: 4 – São Paulo / 4 – Rio de Janeiro / 3 – Minas Gerais / 2 – Rio Grande do Sul / 2 – Bahia / 2 – Paraná / 1 – Ceará / 1 – Santa Catarina / 1 – Pernambuco.
Por Região: Sudeste 11 times (55%), Sul 5 (25%), Nordeste 4 (20%).
Série B
Dois dos quatro representantes do estado de São Paulo, não estão na Série A1 – Guarani e Oeste, jogam a 2ªDivisão, conhecida como Série A2. Aliás, o dérbi de Campinas não ocorre desde 2013 e no último confronto, deu Ponte, 3 x 1.
Voltando ao Oeste, é um time sem cidade “fixa”, nascido em Itápolis, o rubro negro foi para Osasco e se hospedou em 2017, na Grande São Paulo – Barueri. Esse ano, brigaram pela vaga até o fim do campeonato!
Uma curiosidade sobre a 2ªDivisão do Brasileiro: é a única sem representantes do Rio de Janeiro!
Por Estado: 4 – São Paulo / 3 – Goiás / 3 – Santa Catarina / 2 – Rio Grande do Sul / 2 – Paraná / 2 – Alagoas / 1 – Minas Gerais / 1 – Pará / 1 – Maranhão / 1 – Ceará.
Por Região: Sudeste 5 times (25%), Sul 7 (35%), Nordeste 4 (20%), Centro-Oeste 3 (15%), Norte 1 (5%).
Série C
Três Pernambucanos disputarão a Série C, dois vieram após o descenso (Santa Cruz e Náutico) e com problemas financeiros. A tradição também faz parte da história do Remo-PA e do também rebaixado ABC. Pelo jeito, muitos clubes da Terceirona só chegaram até aqui, por erros administrativos em tempos passados, será?
Por Estado: 3 – Pernambuco / 2 – Minas Gerais / 2 – São Paulo / 2 – Rio Grande do Norte / 2 – Mato Grosso / 1 – Paraná / 1 – Paraíba / 1 – Rio Grande do Sul / 1 – Pará / 1 – Rio de Janeiro / 1 – Acre / 1 – Bahia / 1 – Sergipe / 1 – Santa Catarina
Por Região: Sudeste 5 times (25%), Sul 3 (15%), Nordeste 8 (40%), Centro-Oeste 2 (20%), Norte 2 (20%).
Brasil de A até C
Ao todo, os 60 clubes participantes com divisões preestabelecidas, podem ser assim classificados:
São Paulo (10), Minas (6), Rio de Janeiro (5), Paraná (5), Santa Catarina (5), Pernambuco (4), Bahia (3), Goiás (3), Alagoas (2), Pará (2), Rio Grande do Norte (2), Mato Grosso (2), Ceará (2), Paraíba (1), Sergipe (1), Acre (1), Maranhão (1).
Já por região: Sudeste (21 times), Nordeste (16), Sul (15), Centro-Oeste (5), Norte (3).
Série D
A eclética 4ªDivisão Nacional tem muitos folclores e lendas, contudo vamos ressaltar a volta do Plácido de Castro FC, do Acre! Também conhecido como Tigre do Abunã, é o clube detentor da maior goleada do torneio, 9 x 1 sobre o Vila Aurora em 2011. A última participação foi em 2013, quando perdeu o acesso nas Quartas-de-Final para o Salgueiro-PE!

Copa do Brasil
O Futebol Brasileiro 2018 também já possui a ordem dos potes para sorteio na Copa do Brasil, que por sinal, pagará 68,7 milhões de Reais ao campeão do torneio, sendo valor mais elevado que Série A e Libertadores!
O gol fora de casa não terá mais “peso dobrado”.
Cruzamento dos potes: 1 x 5, 2 x 6, 3 x 7, 4 x 8.
Pote 1
Atlético-MG, Botafogo-RJ, Atlético-PR, Internacional-RS, São Paulo, Fluminense-RJ, Sport-PE, Coritiba-PR, Ponte Preta, Vitória-BA.
Pote 2
Figueirense-SC, Atlético-GO, Goiás-GO, Avaí-SC, Santa Cruz-PE, Paysandu-PA, Ceará-CE, Paraná, Criciúma-SC, Joinville-SC.
Pote 3
ABC, Náutico, Juventude, Bragantino-SP, CRB-AL, Oeste-SP, Boa Esporte-MG, Sampaio Corrêa-MA, Londrina-PR, Vila Nova-GO.
Pote 4
América-RN, Botafogo-PB, ASA-AL, Cuiabá-MT, Salgueiro-PE, Remo-PA, CSA-AL, Rio Branco-AC, Ituano-SP, Globo-RN.
Pote 5
Santos-AP, Caxias-RS, Madureira-RJ, Caldense-MG, Boavista-RJ, Aparecidense-GO, Nacional-AM, Atlético-AC, Parnahya-PI, São Caetano-SP.
Pote 6
Novo Hamburgo-RS, Ceilândia-DF, Altos-PI, Sergipe, URT-MG, Treze-PB, Itabaiana-SE, Brusque-SC, Sinop-MT, Fluminense-BA.
Pote 7
São Raimundo-RR, Vitória da Conquista-BA, Brasiliense-DF, Cordino-MA, Real Ariquemes-RO, Independente-PA, Interporto-TO, Dom Bosco-MT, Nova Iguaçu-RJ, Cianorte-PR.
Pote 8
Tubarão-SC, Aimoré-RS, Atlético-ES, Corumbaense-MS, Ferroviário-CE, Floresta-CE, Inter de Limeira-SP, Manaus-AM, Novoperário-MS, Uberlândia-MG.
*Caso o Flamengo conquiste a Sul Americana, o Figueirense irá ao Pote 1, o América-MG para o pote 2 e o Atlético-MG entrará diretamente nas Oitavas. O sorteio acontece em 15.12!
Ranking de Estados
A CBF atualizou o Ranking de Estados, algo importante para determinar o número de vagas no Campeonato Brasileiro da Série D, Copa do Brasil e torneios regionais. O Rio de Janeiro encurtou a diferença para São Paulo de 39.219 para 35.545 pontos, já o estado do Rio Grande do Norte despencou da 11ª para a 13ªcolocação, sendo ultrapassado por Pará e Alagoas.
Já a 15ªposição, agora é do Maranhão que jogou Paraíba para 16º, Piauí ultrapassou o Distrito Federal na briga pela 18ªcolocação.
Quem também se deu bem foi o Acre, bateu Amazonas para a 21ªcolocação, já Tocantins caiu da 23ª para 25ª, atrás de Espírito Santo e Rondônia, vejam os dados completos:

Ranking de Clubes
O ranking de clubes possui 220 times e ficou da seguinte maneira:

Para os mais curiosos o Ranking funciona da seguinte maneira:
a) O ranking considera a participação do clube em competições realizadas nos últimos cinco anos (ranking dinâmico);
b) Para cada um dos cinco anos do período considerado, do mais recente ao mais distante, são atribuídos pesos, a serem convertido sobre cada pontuação, a saber:
1- Ano vigente (n) x 5
2- Ano imediatamente anterior (n-1) x 4
3- Ano anterior (n-2) x 3
4- Ano anterior (n-3) x 2
5- Ano anterior (n-4) x 1
c) A pontuação máxima de cada Série (A/B/C/D) representa o dobro da pontuação da Série inferior.
d) A pontuação do clube vice-campeão de uma Série é sempre 80% da pontuação do campeão.
e) A pontuação dos terceiros e quartos lugares de uma Série é sempre, respectivamente, 75% e 70% da pontuação do campeão.
f) Na tabela 1, da classificação 24 em diante repete-se a pontuação da posição 23.
g) A menor pontuação de uma Série é sempre superior à atribuída ao campeão da Série imediatamente inferior.
h) Para os clubes que até 2012 não disputaram a Copa do Brasil por terem participado da Taça Libertadores será aplicado um bônus; este bônus compreende a uma classificação de quartas de final da Copa do Brasil (400 pontos).
i) Para o clube brasileiro que, a partir de 2013, for campeão da Copa Sul-Americana e que não possa participar da Copa do Brasil por conflito de datas, será aplicado o bônus de 280 pontos, correspondente a 70% do valor atribuível a uma classificação às quartas de final da Copa do Brasil.
j) Considerando que a Copa do Brasil até 2012 foi disputada em seis fases, não será considerada para o referido período a pontuação referência 8 da Tabela 2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *