Os retornos e os novos integrantes do Futebol Paulista 2018!

Paulista de Jundiaí – A caminhada na 4ªDivisão Estadual, o recomeço de uma era?
08/02/2018
Técnicos x Imprensa – Desentendimentos habituais no futebol!
12/02/2018

O Futebol Paulista 2018 já tem todas suas divisões calendarizadas, mas a Série B, equivalente ao 4º e último degrau, sempre tem informações escassas até o “ponta pé inicial”.

Clubes novos com objetivo de vender jogadores, equipes licenciadas que voltam a disputa apenas para não perder registro na FPF, “sonhadores” que não pagam seus atletas e almejam subir sem planejamento e gigantes adormecidos, fazem da chamada “Bzinha” a mais eclética divisão.

Também tivemos dificuldades em levantar as reais situações de alguns clubes, mas chegou a hora de “desvendar” alguns deles, entre retornos e novos filiados juntos a FPF:

Talentos 10
A equipe de Bauru tem nome de projeto social, existe desde 1997, participou da Taça Paulista entre os anos de 2016 e 2017 para enfim se filiar a Federação Paulista de Futebol.
O presidente é Giovanni Santos, ex-goleiro do Marília e as cores da agremiação são Amarelo, Verde, Azul e Branco.
Seus fãs já estão desapontados, porque a equipe de Bauru, mandará seus jogos no Bento de Abreu, na cidade de Marília.
Andradina EC
A cidade esperou 18 anos, talvez os torcedores já não tinha mais esperança quando a equipe fundada em 1963, anunciou seu retorno aos gramados. O Andradina já jogou da extinta 5ªDivisão de São Paulo até a Série A2, onde participou 10 vezes.
O Estádio Evandro Calvoso cabe mais de 8.000 pessoas e será a casa do time azul e branco, já que foi reformado para os Jogos Regionais.
Nei Giron, responsável pelo projeto, já teve envolvimento com a política e o futebol da cidade de Araçatuba.
Catanduva FC
Será o rival do Catanduvense, equipe tradicional da cidade de 120 mil habitantes que já jogou a Série A1, curiosamente, se o time forte da cidade tem o apelido de Bruxo, o Catanduva carrega o apelido de Santo e seu responsável é um Padre.
Fundado em 2010 como escolinha, o clube de uma paróquia terá uniforme preto e amarelo e já treina com 14 jogadores para o Sub-23. Mostrando organização fora de campo, mais avaliações serão realizadas para qualificar o elenco do treinador Nei Júnior. Os simpatizantes podem acompanhar mais do dia a dia no Facebook do Catanduva FC.
Mauá Futebol
O Presidente Vagner Tegi gere um clube fundado em Outubro de 2017 com a ambição de lutar pelo acesso já em seu primeiro ano.
Pejorativamente, alguns dizem que Mauá é cidade de Índio, mas do preconceito ao respeito, esse será então o Mascote do time, que usará o brasão da cidade como escudo, além das cores preto, amarelo e branco.
A ideia da rápida ascensão é inspirada no Água Santa que subiu todas as divisões de São Paulo, de forma consecutiva.
Por ter identidade com a várzea de Mauá, a missão do clube é resgatar o amor do município ao futebol profissional, disputando desde a categoria Sub-11 até o Profissional.
Uma curiosidade é que a fundação em 23 de Outubro, coincide com o nascimento de Pelé.
Bandeirante de Birigui
A ausência foi a melhor forma de por a casa em ordem na temporada anterior, o estádio recebeu reformas nos vestiários após 35 anos, pintura das arquibancadas e melhorias nas torres de iluminação.
Se no passado, as dívidas fizeram uma equipe que já brigou para estar no mais alto escalão de São Paulo afundar a ponto de pensar na venda do seu estádio, agora a organização pode ser um ponto forte para etapas consolidadas:
Celso Luiz Aguiar, presidente, já confirmou André Alves, ex-atleta como treinador.
Fernandópolis
A sua ausência foi apenas na categoria profissional, porque no final do ano o Sub-20 jogou a 2ªDivisão da categoria e a cidade ainda foi sede pela 1ªvez da Copa São Paulo de Futebol Júnior.
Rebaixado da Série A3 para a Série B em 2016, o clube quer reconquistar seus torcedores.
Santacruzense
O estádio já foi reformulado para suportar as condições exigidas da Federação e agora é fazer bonito dentro de campo. O diretor de futebol, Galeguinho, já anunciou o treinador Claudinho, que foi um dos comandantes do clube na Série A2 de 2012.
São Bernardo FC e São Caetano, acenam com a possibilidade de emprestar jogadores com salários pagos para compor o grupo, formado pelos demais atletas da região.
Apesar de estar na 4ªDivisão, os jornais da cidade já mencionaram problemas políticos no sentido de apoio ao clube ou não, assim como alguns repasses que a justiça condenou e mandou o dinheiro ser devolvido no valor de 300 mil reais em temporadas passadas.
São Carlense
A equipe já jogou a Série A1 na década de 90, depois amargou a Série A2 e a má administração levou o clube a ser considerado extinto em 2005, mas licenciado junto a FPF desde 2006. Jogando competições da Liga Paulista e do amador da cidade, o retorno é a volta por cima. A expectativa é fazer frente ao São Carlos FC no futuro.
O elenco terá 26 atletas, sendo 3 goleiros, mas não há promessas, apenas colocar os “pés no chão” e trabalhar!
Vale lembrar que a FPF esse ano concedeu desconto para algumas taxas, entre elas a de 870 mil para filiação de novos integrantes, caiu para menos de 300 mil reais.
AD Guarujá
O mascote era um cavalo marinho, mas a torcida queria algo mais agressivo, logo o Tubarão está de volta ao futebol profissional e será mais um representante da Baixada Santista.
O AD Guarujá continuava com categorias de base ativas, disputando competições da Associação Paulista e conquistando títulos, liderados pelo treinador Buiu.
Em 2014, o Estádio António Fernandes, recebeu a seleção da Bósnia, portanto as reformas deixaram o local com uma estrutura muito boa, contudo, o ADG precisou alternar entre Barueri e Limeira para mandar seus jogos.
Agora, o “suado” Laudo foi conseguido, o problema estava na falta de para raios, que agora está devidamente instalado.
A torcida organizada, Gigante da Ilha apoiará a equipe que agora correrá contra o tempo para fazer um plantel competitivo, visto que a incerteza na disputa, atrasou até mesmo a definição da comissão técnica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *