Base do Atlético Acreano – Qual o segredo do futebol apresentado?

Preleção no Bar – A curiosa ideia que empolgou o futebol da Islândia!
11/05/2018
Campeonato Paulista da Base 2018 – Sub-15, 17 e 20 confira resultados!
12/05/2018

Qual a base do Atlético Acreano para encantar o Brasil? Essa é uma pergunta com as mais variadas teses, estudos e turbulências... Sim, um verdadeiro carrossel.

Para entender o bom momento do clube acreano é necessário voltar em 2006, em um projeto do treinador Álvaro Miguéis que começou na formação do Juventus, passou por Rio Branco até enfim chegar na base do Atlético Acreano.

Isso é, a maioria dos jogadores foram formados e atuam juntos a pelo menos 12 temporadas, o destaque também está no próprio comandante que é devidamente preparado. Formado em Educação Física, ex-atleta, estudioso, fez estágios, assiste a inúmero jogos e no "tempo livre", respira futebol.

Esses são os ingredientes para a caminhada, a ponto de Álvaro ter dito em entrevista exclusiva ao portal Mazzuia.com, que apesar das dificuldades lutaria pelo acesso à Série B.

Quando nosso site usa o termo encantar, se refere a um futebol alegre, jogado de forma ofensiva, moderna e ousada. Apesar dos resultados serem positivos, as variações e imprevisibilidades desse desporto não nos permite uma previsão precipitada como parte da imprensa.

O Atlético Acreano foi taxado como rebaixado antes do torneio iniciar pelos variados meios de comunicação, agora, mostrando aquele "carrossel" mencionado, os mesmos críticos, aplaudem e falam em subida.

Talvez, o segredo de exibições sólidas, esteja justamente na experiência. O clube não tem a política de destacar seus jogadores individualmente, mas sim o trabalho conjunto.

Algumas notícias relatam as dificuldades do Galo Carijó, como dar 2 voltas ao redor do Mundo entre as distantes viagens ou a reportagem do Lance, comentando sobre a jornada de dupla profissão do elenco.

Ufanismo
Expressão utilizada para aquele que se orgulha exacerbadamente de alguma situação ou até mesmo região. No caso, valorizar a prata da casa é uma qualidade, pois a base do Atlético Acreano é constituída por 31 jogadores no profissional, sendo 24 de origem do próprio Acre. Tal número, equivale a 77,41%, fazendo da agremiação a maior do Brasil na aposta de jogadores locais.

Recentemente, Careca, após a Série D e Polaco, depois da 3ªRodada na Série C, também naturais da região, foram negociados para Cruzeiro e Tombense, respectivamente.

Tais "fórmulas", repetem nas devidas proporções, o sucesso de clubes que conseguiram destaque cultural e internacional no futebol.

Logo, é bom dizer que os "Meninos do Acre", cresceram e se tornaram os "Homens do Acre". A equipe do Galo é em terreno nacional, o clube que mais utiliza jogadores da própria terra.

Um planejamento construído vivendo a realidade e com os pés nos chão, mas que com trabalho e suor, fazem o AA sonhar com voos altos, justificando a épica frase do Atlético Acreano: "A Glória de um Povo, Orgulho de Uma cidade..."

Juniores
Essa geração participou de 5 edições da Copa São Paulo de Futebol Juniores. Dando sequência ao trabalho, o time Sub-20 também tem liderado o Campeonato Acreano da categoria com 100% de aproveitamento.

 

 





_____________________

Sobre o Site / Autor - Ivan Mazzuia
Página especializada em Análises e postagens para capacitar profissionais das diferentes áreas esportivas em um ambiente interativo, de forma eclética, fazendo também que torcedores conheçam o cotidiano de trabalho do futebol.
Mazzuia.com patrocinou as equipes de Plácido de Castro (2017-2018) e Atlético Acreano (2018), tendo a honra de exibir sua marca nos uniformes desses times.
A transmissão ao vivo das partidas do Plácido na Série D do Campeonato Brasileiro, com a devida autorização legal, foi mais uma força para comprovar seu crescimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *