Sem sabotagem! STJD bane atleta do futebol!

Campeonatos Paulista da Base 2018 – Calculadora na mão!
06/10/2018
Campeonato Acreano de Base e Profissional será exibido na FFAC TV
07/10/2018

É disso que o futebol brasileiro precisa! O STJD tomou a decisão de banir o lateral-esquerdo, Thiago, conhecido como Thiaguinho, de 28 anos!

Tudo começou no Campeonato Paranaense, quando o Rio Branco de Paranaguá chegou até a Final do 1ºTurno diante do Coritiba, mas não conseguiu ter o mesmo rendimento no returno.

Na última partida, já sem chances de classificação, o lateral estava lesionado mas ligou para dois de seus companheiros, onde supostamente ofereceu 5 mil reais para entregarem o jogo.

Segundo matéria do Globo Esporte, os atletas se recusaram a entrar no esquema de forma ríspida e veemente, assim, não era possível descobrir o que precisariam fazer, por exemplo, “corpo mole”, expulsão, gol contra, etc.

O problema ainda maior é que a história alastrou rapidamente, chegando até comissão técnica e diretoria do Rio Branco, que incomodada com a derrota para o Londrina por 4 x 1, resolveu apurar a situação.

Nesse momento, Thiaguinho criou um grupo no WhatsApp, onde explicou a história para os responsáveis do clube, o que de certa forma, gerou uma prova para investigação e o inquérito do STJD o analisou por desrespeitar o artigo 242 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva: “Dar ou prometer vantagem indevida que, de qualquer modo, influencie o resultado de partida”.

Leandro Ribeiro, presidente do clube, estava decepcionado com rendimento do 2ºTurno, mas diz ter identificado o problema de forma tardia, contudo, a denúncia partiu dele próprio.

A agremiação acabou inocentada do caso, assim como os demais atletas que recusaram dar seguimento ao plano.

Após o julgamento, foi determinado que o atleta não poderá mais jogar futebol, entretanto, há forma de entrar com recurso, desde que o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) receba o valor em média para analisar o caso, cerca de 50 mil francos suíços, isso é, 200 mil reais.

Mesmo sem o dinheiro, há a possibilidade de revisão do caso, mas somente daqui 2 temporadas, quando Thiaguinho estivesse com chances remotas de dar sequência na carreira.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *