Reviravolta? CBF quer Fair Play Financeiro na Série A em 2020!

De vendedor de bala no Semáforo ao sonho do Gol Puskas!
01/02/2019
Torcedor vende carro para comprar Bandeirão! Paixão que não se mede!
03/02/2019


Resumo: A CBF pretende colocar em prática o Fair Play Financeiro para os times da Série A do Campeonato Brasileiro em 2020.

Desde que a UEFA implantou o Fair Play Financeiro, muitos clubes passaram por “momentos sombrios”. Punições como não disputar torneios continentais, multas, restrições de contratações ou até rebaixamentos, nesse caso via Federações Locais.

As formas de não passar sufoco eram seguir tais regras, uma vez que certas agremiações passaram até por mudanças de nomes, vindo a recuperar seu registro de fundação, apenas se apresentassem bom comportamento.

Se o projeto realmente for colocado em prática no Brasil, pode ser que ascenso e descenso, sejam decididos fora das quatro linhas. Claro que há torcedores pensando, sobre a hipótese de “driblar” ou “dar aquele jeitinho”, que nem a imprensa europeia andou falando de PSG e Manchester City.

Sobre esse tópico, será necessário vivenciar na prática tais alterações.

Brasil
A ideia, segundo pessoas ligadas ao futebol, é inserir metas com real possibilidade de serem cumpridas, como, por exemplo:
Controlar Gastos, diminuir déficit, negociar dívidas e cumprir os novos acordos e controle através de balançetes.

As próprias organizações (CBF e UEFA) estão em contato para uma execução mais precisa, embora haja possibilidade de variações pontuais.

Atletas
Por ser um revelador de atletas, o Brasil tem dúvidas se coloca a venda dos jogadores dentro do Fair Play Financeiro, porque a ideia é usar o dinheiro adquirido para futuras contratações, ao invés da venda para sanar dívidas.

Primeiro Passo
Há quem diga que treinar no próprio Centro de Treinamento ou alugar um local, ter o time de futebol feminino e profissionais certificados em administração como CEO e Diretor Financeiro, já seja o andamento de tal modernização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *