Rússia é vítima de 5 mil torcedores remanescentes após a Copa!

Marc Tawil – “Complicar é para amadores. Profissionais bem-sucedidos simplificam”
09/03/2019
Jogador danifica vestiário em turno que termina com título do Fast!
12/03/2019


Resumo: A ideia de criar o Fan ID, que dispensava visto para entrar na Rússia durante a Copa do Mundo, criou um problema enorme de imigrantes ilegais no país.

Aquela lenda que a Rússia tem uma população reservada, calada e até certo ponto “fria”, ficou de lado, a medida que o verão no país, aliado a Copa do Mundo, favorecia a integração entre povos, contudo o Mundial gerou um grande problema para o país: Imigração Ilegal!

Evgeni Yastrebov, consultor em assuntos de imigração do Comitê de Assistência Cívica, organização que trabalha com refugiados na Rússia, disse à BBC que enquanto alguns utilizaram o Fan ID (documento criado pela FIFA para facilitar a entrada de torcedores no país sem visto, durante o torneio, outros aproveitaram a situação para tentar sua permanência irregular e obter asilo.

Segundo dados do próprio país, a maioria são de África ou Ásia (Nigéria, Bangladesh, Camarões, Sudão, Paquistão, Iemên).

Na Rússia é inverno e esses estrangeiros estão passando por grandes dificuldades, uma vez que não tem emprego, formas de se manter ou sequer falam o idioma. Incapazes de cruzar a fronteira, lutarão contra o processo de deportação.

O governo não prevê qualquer espécie de auxílio e o extremo rigor para analisar casos, é comprovado com o número de pessoas que foram “salvas” com o status de refugiado em 2018: 33.

Disciplina
Incapazes de cruzar a fronteira para outros países da Europa, a solução será voltar ao local de origem, uma vez que a Rússia reduziu de 12 mil para 5 mil, o número de imigrantes ilegais.

Agora, o projeto será “zerar” as irregularidades até o fim de Março, uma vez que o próprio governo estendeu a Fan ID do término da Copa para o final de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *