Bolamense – Rebaixamento Trágico foi consolidado!

Junior Osias – Solidariedade e apoio originadas do futebol!
24/03/2019
Precisa melhorar? O relatório do Futebol Brasileiro na visão francesa!
28/03/2019


Resumo: O Bolamense foi goleado pelo Brasiliense e com apenas um ponto, deixa a elite do Estadual local, contudo, os bastidores foram “sombrios”.

Muitas vezes, quando um time é rebaixado sobram críticas, assim Santa Maria e Bolamense, se despediram sem nenhuma vitória, após 11 rodadas.

No caso da equipe do Bolamense, 0 x 5 Gama, 0 x 3 Luziânia, 0 x 4 Ceilândia, 2 x 3 Sobradinho, 1 x 2 Paracatu, 0 x 4 Taguatinga, 0 x 2 Real, 1 x 4 Capital, 0 x 0 Santa Maria, 0 x 5 Formosa, 0 x 6 Brasiliense, os resultados não esconderam o “merecido desastre”.

Por incrível que pareça, os jogadores também foram vítimas, ao invés de culpados, pelo menos sofreram um duro cotidiano, exibido em uma matéria do Globo Esporte!

Promessas de apartamento para levar família, salários acima de 6 mil reais (algo muito maior do que times de Série D do Campeonato Brasileiro), excelente local com estrutura de treinamento, comissão técnica completa, se tornaram uma realidade diferente…

Treinos com quase nenhum material (pratinhos e coletes eram raridade), atletas se trocando quase que na arquibancada, atividades canceladas por falta de preparador físico, salários que não caíram na conta, despejo de treinadores e atletas do hotel pelo não pagamento das diárias, foram algumas adversidades encontradas…

Claro que quando a fase já não anda muito bem… não há nada que não possa piorar: O local de treinos cedido próximo ao início da competição era quase 30 km de distância da “moradia” dos atletas, assim o Brasília, da 2ªDivisão cedeu o ônibus, mas o mesmo quebrou na primeira semana e ficou encostado…

A dureza foi ainda maior, quando os 11 ou 12 contratados, esperavam por reforços, que chegaram às vésperas, para enfim, completar 18 “corajosos” que adentraram ao gramado na rodada 1, diante do Gama.

Quis o destino, não dar “asas” ao planejamento indevido, 5 x 0 em 31 minutos… Sorte que o adversário tirou o pé e ficou nisso.

Os demais detalhes da história, são resumidos pelos resultados apresentados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *